terça-feira, 13 de novembro de 2012

Gerador de Desculpas Esfarrapadas

Alguns anos atrás, ainda na Era do Orkut, publiquei na comunidade da academia um texto parecido em conteúdo e igual em objetivo com este que segue. Na época, eu estava me tornando avesso a desculpas de um modo geral, e fiz um desabafo literário por escrito dando dicas de modo bastante sarcástico e debochado sobre como criar uma boa desculpa esfarrapada. A pedido do Mestre Gabriel, estou ressuscitando este assunto.
Quando você tiver um compromisso que não quer comparecer, às vezes dizer a verdade dói. Não no outro, dói em você ter que admitir sua preguiça, falta de vontade, incapacidade ou até mesmo burrice aguda. Nestas horas, o GDE - Gerador de Desculpas Esfarrapadas é a solução de todos os seus problemas. E tudo que você vai precisar é um dado, daqueles que você pode encontrar no War ou no Banco Imobiliário.
Jogue o dado uma vez para cada uma das tabelas abaixo e anote o resultado
  • Tabela 1 - evento
1 - reunião
2 - curso / treinamento
3 - casamento
4 - doença
5 - enterro
6 - encontro
  • Tabela 2 - pessoa
1 - filho
2 - namorada(o) / esposa(o)
3 - cachorro
4 - pai / mãe
5 - chefe
6 - amigo
  • Tabela 3 - condição
1 - imperdível
2 - inadiável
3 - urgente
4 - importante
5 - geral
6 - sem precedentes

Depois de juntar as 3 partes, floreie o texto com advérbios, adjetivos e conjunções. Mas nesta fase, tome cuidado para evitar combinações esdrúxulas. Vejamos alguns exemplos:
  • 1 - 5 - 3
"Putz, não deu para ir. Tive uma reunião urgente com meu chefe no mesmo dia."
Perfeita. Ninguém vai duvidar, salvo se você estiver desempregado ou tem 12 anos de idade. Considere seu contexto particular.
  • 4 - 1 - 6
"Cara, você nem imagina a barra que foi. Meu filho ficou doente, com uma virose fortíssima. Algo sem precedentes". 
Muito boa também. Todo mundo tem pena de criança e não vai levantar questões. Certifique-se apenas de que você tem mesmo um filho antes de mandar essa.
  • 5 - 3 - 5
"Amiga, você nem tá sabendo do babado. No dia da sua festa foi o enterro geral do meu namorado."
Ficou ruim. Nessas horas, é preciso mudar algum detalhe. Enterro é geral por natureza, então podemos omitir a tabela 3. E é melhor parecer coerente entre abertura e fechamento da frase.
"Ai, amiga, desculpa... Foi o enterro daquele meu ex-namorado, sabe ? Que dó.. acidente de carro. "
Já melhorou, certo ?
  • 3 - 3 - 3
"Mestre, não pude ir ao campeonato. Foi o casamento urgente do meu cachorro".
Hum.. not. O fato do Mestre gostar de cães não vai te livrar dessa assim. Nessas horas, é melhor até esquecer a rolagem e começar de novo.

Acho que vocês entenderam como usa. As aplicações são ilimitadas. O GDE pode ser usado para explicar praticamente todo tipo de ausência como treinos, campeonatos, confraternizações do trabalho, visita a amigos ou parentes, reuniões... Praticamente tudo.
Fique a vontade.


Um comentário:

  1. Uma vez um amigo meu falou algo que eu carrego comigo sempre: se você não recebe dinheiro, direta ou indiretamente, por algo, esse algo é hobby.

    Isso dito, eu aceito 100% que um hobby seja mais importante para alguém do que o emprego. Pessoas são diferentes, com prioridades diferentes, e eu sempre fui do tipo que trabalha para viver e não o contrário.

    Por que eu disse isso? Porque o ritmo de vida de cada um pode sim impedir ele de praticar o seu hobby na frequência que ele poderia. Ruim não é o cara faltar no treino e tal. Ruim é o cara dar desculpa ao invés de assumir que simplesmente não estava a fim.

    ResponderExcluir